Lidar com reacções alérgicas com confiança

Só oferecemos aos nossos clientes produtos que tenham sido testados em relação à sua segurança e desempenho, e que sejam compatíveis com a saúde humana. No entanto, independentemente de quão exaustivo tenha sido o teste ao produto de cosmética, a ocorrência de reações de incompatibilidade não pode ser totalmente descartada, tais como irritação no couro cabeludo ou até mesmo reações alérgicas.

"Alergia" é um termo frequente e incorretamente utilizado para descrever todos os tipos de reações adversas. Há dois tipos principais de reações adversas que podem ser observados: reações irritante e reações alérgicas. Existe, de facto, uma diferença significativa entre irritação por uma substância ou alergia à mesma. Ambas as reações adversas podem ser desgastantes para si e para os seus clientes, mas saber como identificar antecipadamente os sinais e o que fazer quando os sintomas (conforme descrito nas secções seguintes) ocorrem, pode fazer com que o seu cliente compreenda que está a ter um tratamento profissional. Neste blogue analisaremos as diferenças entre reações alérgicas e de irritação, como reconhecer e reagir a reações adversas, bem como diversas abordagens para prevenir a ocorrência de reações.

Reações alérgicas
Uma pessoa que tenha uma reação alérgica é "sensível" a uma substância específica. Esta é uma reação individual. A sensibilidade persiste durante toda a vida. Os sinais típicos são vermelhidão, inchaço, formação de edemas (por exemplo, no rosto) e comichão em vez de ardor na pele. O período de tempo até ao início dos sintomas após a aplicação do produto pode variar entre minutos "hipersensibilidade de tipo imediato") e até 1 ou mesmo 2 dias ("alergia de contacto", por exemplo, reação ao níquel em determinados materiais). De um modo geral, as alergias a produtos aplicados pelos cabeleireiros são raras, tendo em consideração que estes produtos são aplicados milhões de vezes por dia. Caso ocorram, envolvem a aplicação de coloração de cabelo.

As reações de irritação são mais frequentes do que as reações alérgicas, embora sejam ainda assim bastante raras. Um tipo de reação de irritação ocorre durante ou logo após a aplicação de um produto. Os sinais típicos de uma reação irritante são vermelhidão na pele, limitada à área de aplicação do produto, bem como sensações de ardor em vez de comichão. Estas reações desaparecem rapidamente depois de suspender a utilização do produto que desencadeia a reação.

Conselho geral: Os sintomas críticos, ou até mesmo com risco de vida, podem ocorrer no seu salão sem que estejam relacionados com a aplicação. Certifique-se de que todos os colaboradores estão familiarizados com os procedimentos normais de primeiros-socorros e equipamento correspondente (número de emergência médica, kit de primeiros-socorros, etc.).

Prevenção de uma reação alérgica
Durante a consulta inicial, pergunte ao cliente se tem conhecimento de alguma alergia ou se já teve quaisquer reações adversas anteriores a produtos de cosmética, hena e/ou tatuagens permanente, ou a maquilhagem permanente. Verifique possíveis irritações ou até mesmo lesões no couro cabeludo e evite a aplicação do serviço de cor nessas circunstâncias.

O seu cliente deverá realizar um Teste de Alerta de Alergia (TAA) ou outra avaliação (questionário) antes de cada aplicação de produto. Isto aplica-se a clientes novos e existentes, pois as pessoas podem desenvolver alergias a uma substância ao longo do tempo. Tenha em mente que o TAA deverá ser realizado 48 horas antes do serviço de cor. Isto pode ser inconveniente, no entanto, se devidamente explicado, os clientes irão valorizar o cuidado e atenção profissional que estão a receber. É importante estar sensibilizado para o facto de que a ausência de reação no TAA não garante que uma reação alérgica não possa ocorrer na sequência de um processo de coloração futuro. No entanto, este teste é uma importante precaução de segurança. Informe o cliente de que deverá consultar um médico, caso você ou o seu cliente tiverem quaisquer dúvidas.

Prepare sempre um cartão de registo e documente toda a informação relevante de acordo com as recomendações feitas acima. Além disso, registe também a data e resultados do TAA ou outra avaliação. Se necessário, obtenha a assinatura do cliente para confirmar que foi a consulta foi realizada.

Sugerimos que inclua:

  • Data dos serviços de cor
  • Reações alérgicas experimentadas no passado (Tatuagens henna temporária, coloração capilar)
  • Condição do couro cabeludo e cabelo
  • Data e resultado do Teste de Alerta de alergia
  • Produto aplicado (marca, tom, código do lote e relação de mistura)

Reconhecer e reagir a reações alérgicas
Siga as instruções de segurança de utilização para que estas se tornem prática diária no seu salão. Recomendamos que mantenha um cartão de registo do cliente para referência futura. A consulta profissional com o seu cliente deverá tornar-se numa parte essencial de todas as colorações Schwarzkopf Professional.

Implemente todas as indicações acima descritas para reconhecer as primeiras etapas de uma reação. Se ocorrer uma reação, pare imediatamente o tratamento, retire o produto do cabelo e do couro cabeludo com água tépida. Não aplique novamente cor e evite a aplicação de quaisquer produtos caso os sintomas persistam. Encaminhe imediatamente o cliente para um médico ou dermatologista caso os sintomas não melhorem rapidamente.

Lembre-se de documentar sempre todos os tipos de reações adversas e de informar igualmente a nossa Equipa de Parceria Profissional sobre todas as reações adversas.